A Finocrédito acredita na premissa de que "ninguém deixa de pagar o condomínio por que quer"

A negociação sustentável e os acordos justos estão presentes do início ao fim da cobrança que a Fino realiza, pois ao mesmo tempo em que o condômino inadimplente precisa de prazo para se reorganizar financeiramente, o condomínio precisa do valor correspondente à taxa que ele não conseguiu pagar ou todos as demais pessoas que vivem no condomínio acabarão arcando com o problema que a inadimplência causa no fluxo de caixa.

Confira como funciona a cobrança da Finocrédito em 8 passos

Do início ao fim do processo de cobrança o que norteia os procedimentos e a postura da equipe de cobrança são o respeito ao morador, a empatia e o olhar humanizado sobre a inadimplência.

Para a Finocrédito os condôminos inadimplentes não são apenas um número indicativo de atraso na taxa de condomínio. São pessoas que podem estar passando por adversidades, que ocasionaram o descontrole da sua vida financeira.

Passo 1

Não há jamais constrangimentos ao condôminio devedor.

Passo 2

Não há terceirização dos serviços de cobrança na Finocrédito.

Passo 3

Desde o início a cobrança amigável atua propondo os acordos.

Passo 4

A negociação leva em conta as condições atuais do morador.

Passo 5

A Fino prefere a cobrança amigável frente a cobrança judicial.

Passo 6

Assim não há a incidência de custas judiciais sobre os valores.

Passo 7

Só há cobrança via justiça nos casos de extrema necessidade.

Passo 8

Após esgotadas todas as tentativas de acordo e negociação.

A solução para
a dor de cabeça
com as finanças
do condomínio está

a um
clique!

Assista a apresentação

Uma garantidora com muita história. Confira no vídeo.

FinoCrédito Garantidora de Condomínios